História

Cooperativismo no mundo

1750

No auge da revolução industrial surgiram as primeiras indústrias, onde homens, mulheres e crianças se dedicavam à manufatura, em longas jornadas de trabalho que podiam chegar a 18 horas diárias.

1843

Em busca de direitos, trabalhadores se organizam mutuamente para enfrentar um cenário de baixos salários e pobreza. No distrito de Rochdale, região da grande Manchester, Inglaterra, um grupo 28 tecelões se uniu para criar a primeira cooperativa da história: a Rochdale Equitable Pioneers/Society Limited.

1844

Os 28 “probos pioneiros”, como ficaram conhecidos, inauguram um armazém cooperativo na Toad Lane (Beco do Sapo) nº 31.  No começo, a cooperativa de consumo fornecia manteiga, açúcar, farinha de trigo e aveia para os primeiros associados.

1895

Fundada em Londres a Aliança Cooperativa Internacional (ACI) para continuar a obra dos Pioneiros de Rochdale e representar os interesses do movimento cooperativista em nível mundial.

Cooperativismo no Brasil

1530-1879

Primeiras experiências brasileiras de cooperação econômica e social nas missões sebastianistas, reduções jesuíticas e no Quilombo dos Palmares, entre outras.

1889

Fundada a Sociedade Cooperativa Econômica dos Funcionários Públicos de Ouro Preto, Minas Gerais, a primeira cooperativa do modelo rochdaleano que se tem notícia no Brasil.

1903

A crise do café em São Paulo foi um estímulo à criação de cooperativas como forma de defesa dos interesses dos produtores rurais no Estado.

1932

Promulgada a primeira lei cooperativa do Brasil, o Decreto 22.239/32, dispondo sobre a organização e o funcionamento das sociedades cooperativas.

1964

Com a Lei 4.595, o Governo Federal reformou o sistema bancário e estabeleceu normas da política financeira que quase acabou com as cooperativas de crédito no País.

1969

Criada a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) a partir da unificação da União Nacional das Associações Cooperativas (Unasco) e Associação Brasileira de Cooperativas (ABCOOP).

1970

Fundada a Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo (Ocesp) e início da instalação de várias Organizações Cooperativas Estaduais (OCEs) em vários Estados do país.

1971

Lei 5.764 reconhece a OCB como órgão de representação única do cooperativismo no País e define as relações entre cooperativas e cooperados, o chamado Ato Cooperativo.

1998

Por meio da Medida Provisória 1.781, foi criado o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

Tags: Princípios; valores

Galeria de imagens